Carmen Lúcia Reis Rodrigues

Lattes

  

 

 

Possui graduação em Licenciatura em Letras pela Universidade Federal do Pará (1987), D.E.A. em Lingüística Teórica e Formal - Université Paris VII/Denis Diderot (1990) - e Doutorado em Lingüística Teórica e Formal - Université Paris VII/Denis Diderot (1995). Atualmente é professora adjunto da Universidade Federal do Pará. Tem experiência nas áreas de Língua Portuguesa e Lingüística, com ênfase em Lingüística Descritiva, atuando principalmente nos seguintes temas: línguas indígenas (Tupí), língua xipaya, fonética-fonologia, morfologia, sintaxe e estudos histórico-comparativos.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

Érico Muniz Lattes

Professor da Faculdade de História do Campus Universitário de Bragança da Universidade Federal do Pará (FAHIST/UFPA). Possui graduação em História (Bacharelado e Licenciatura, 2006) pela Universidade Federal Fluminense (UFF) com mestrado (2009) e doutorado (2014) em História pela Casa de Oswaldo Cruz da Fundação Oswaldo Cruz com período sanduíche na University of Toronto, Canadá (2012) e pós-doutorado em História pela UFPA (2017). Atualmente é Vice-Diretor da FAHIST/UFPA. Dedica-se a pesquisa sobre Teoria e metodologia da História; políticas sociais em perspectiva histórica; História Social da Amazônia, História da Saúde Pública; História das Ciências; História do Brasil Republicano; História da Alimentação, estudos de gênero.

 

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 

José Guilherme dos Santos Fernandes

Lattes

 

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Pará (1992), mestrado em Letras: Lingüística e Teoria Literária pela Universidade Federal do Pará (1998) e doutorado em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (2004). Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Pará, atuando no Programa de Pós-Graduação em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPLSA/UFPA), no campus de Bragança; e na Faculdade de Letras e no Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia (PPGEAA/UFPA), os dois últimos no Campus Universitário de Castanhal. É Coordenador no Programa de Pós Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia, em nível de mestrado. Atua nas seguintes áreas: estudos culturais e cultura popular, estudos da oralidade, estudos de literatura da Amazônia, tradução e interculturalidade, estudos da narrativa. Coordena o Projeto de Pesquisa "Vozes da Amazônia Oriental: interculturalidade e tradução em narrativas orais", que tem objetivo de estudar e pesquisar narrativas orais e escritas na perspectiva da memória, identidade e representação social, na construção da região cultural da Amazônia Oriental. Em 2014, concluiu estágio pós-doutorado na Universidad Nacional de Tres de Febrero (Untref / Buenos Aires - Argentina) com o projeto "Experiencias de colaboración intercultural entre instituciones de educación superior y pueblos indígenas y afrodescendientesenSudamérica". Desde 2014 integra a RedEducación Superior y Pueblos Indígenas en América Latina, coordenada pelo Prof. Dr. Daniel Mato, da Untref (AR). É participante do Grupo de Trabalho em Literatura Oral e Popular, da Associação Nacional de Pós-Graduação em Letras e Linguística (ANPOLL), e colaborador na Associação Brasileira de Antropologia (ABA). É Investigador Posdoctoral Visitante do Centro Interdisciplinario de EstudiosAvanzados (CIEA), da Universidad Nacional de Tres de Febrero (UNTREF), em Buenos Aires, Argentina.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 

 

Marileide Moraes Alves

Lattes

  

 

 

 Possui graduação em engenharia quimica pela Universidade Federal do Pará (1995), mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco (1998) e doutorado em Engenharia Química (área de concentração: Reatores e catálise) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005). É professora associado da Universidade Federal do Pará, fazendo parte da Faculdade de Engenharia de Pesca (FEPESCA), Campus Bragança. É professora das disciplinas do eixo de Tecnologia do Pescado, Química e Bioquímica. Desenvolve pesquisas com resíduos sólidos oriundos da cadeia produtiva do pescado, bem como elaboração e otimização de produtos à base de pescado. É tutora do Programa de Educação Tutorial da Engenharia de Pesca - PET Pesca (desde novembro/2012).

 

E-mail:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

Salomão Antônio Mufarrej Hage

Lattes

 

 

 

 

Possui graduação em Agronomia (1982) e em Pedagogia (1987), mestrado em Educação: Supervisão e Currículo (1995), Doutorado Sanduíshe pela Universidade de Wisconsin-Madison (1999) e doutorado em Educação: Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000). É professor do Instituto de Ciências da Educação da Universidade Federal do Pará e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Linguagens e Saberes da Amazônia. É bolsista produtividade do CNPq. Coordena o Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação do Campo na Amazônia, Integra a Coordenação do Fórum Paraense de Educação do Campo e Coordena a Escola de Conselhos Pará: Núcleo de Formação Continuada de Conselheiros Tutelares e de Direitos da Amazônia Paraense. Na área de Educação, privilegia as seguintes temáticas: educação do campo, políticas educacionais, educação de jovens e adultos, currículo e formação de professores na Amazônia.

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.