Resultado Final 

Acesse o resultado do Processo Seletivo para Contratação de Bolsista do PPLSA, aqui.

O candidato aprovado deve comparecer ao PPLSA para resolver questões relacionadas aos trâmites de contratação no dia 22/12/2017 às 9h.

 


 

O Programa de Pós Graduação em Linguagens e Saberes na Amazônia torna público o edital para seleção de bolsista destinado a secretaria do Programa. Em anexo o edital com a ficha de inscrição e as informações necessárias aos interessados. 

Edital bolsista.

Convidamos a comunidade acadêmica à participar do Coloquio Internacional de Estudos de Literatura  e Política na Amazônia oriental. O evento acontecerá no dia 21.12.2017, com inicio a partir das 14h.

Local: Sala do Programa de pós-graduação em Linguagens e Saberes na Amazônia / PPLSA - UFPA, Campus Bragança.

As inscrições serão realizadas uma hora antes do inicio do evento, ou seja, a partir das 13h, com direito a certificado que será enviado por email.

Agradecemos a participação de todos!

 

             

O Programa de Pós-Graduão em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPLSA) do Campus de Bragança, vem a público repudiar veementemente a agressão à autonomia universitária de que a instituição foi alvo nesta quarta-feira, 29/11, por ocasião de um debate sobre projetos de mineração no estado do Pará. Na ocasião, o Prefeito do município de Senador José Porfírio, Sr. Dirceu Biancardi, acompanhado do Vice-Prefeito e de três vereadores daquele município, impediu a realização da atividade acadêmica programada e impossibilitou que os responsáveis pelo debate ou quaisquer pessoas afetas à UFPA saíssem do auditório para entrar em contato com o serviço de segurança institucional ou com a Administração Superior da UFPA. Os apoiadores do prefeito também agrediram verbalmente os presentes à atividade, coordenada pela Profa. Dra. Rosa Acevedo Marin. Exercer a liberdade de expressão e enfrentar os grandes debates nacionais com os instrumentos da ciência e do pensamento crítico são aspectos essenciais do trabalho das Universidades, no ensino, na pesquisa e na extensão, daí o princípio constitucional que estabelece a sua autonomia. Obstar, nesse ambiente, a manifestação de ideias e posições sobre fatos de qualquer natureza é impeditivo da própria existência da instituição universitária e merece ser intensamente repelido por toda a sociedade. A agressão à UFPA foi também uma agressão ao Estado Democrático de Direito e mais uma expressão do obscurantismo que anda a ameaçar as mais importantes instituições do país. Reiteramos o nosso total desacordo com qualquer tentativa de intimidação de membros da comunidade universitária.

 

Bragança, 30 de novembro de 2017.

 

 

Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Linguagens e Saberes na Amazônia do Campus de Bragança / UFPA